Pantin Bruxelas

#40 – Bruxelas – Pantin

A fim de conhecer algum lugar fora do circuito turístico de Bruxelas, descobrimos que a região de Ixelles, onde há bares como o Pantin e o Café Belga, é um dos locais mais frequentados pelas pessoas que vivem na cidade. Como estava cedo e o céu estava bem limpo, resolvemos ir caminhando até lá para vermos a cidade com calma. Chegamos depois de uns 30 minutos de caminhada. A região é predominantemente residencial e possui uma grande praça com um lago ao lado. Tentamos ir ao Café Belga, mas as mesas externas estavam lotadas. Como nosso tempo era curto, rumamos ao Pantin.

Pantin Bruxelas

O bar tem jeitão de pub, sem muita iluminação, mesas de madeira apenas na parte interna e rock and roll rolando no som. As paredes são pixadas e decoradas com bolachas e rótulos de cerveja. Apesar de o bar funcionar na parte da tarde, parece que o movimento mais forte é na parte da noite. Quando chegamos as coisas estavam bem tranquilas, muitas mesas disponíveis e alguns locais bebendo cerveja e lendo jornais. Não há muitas torneiras chope, mas o bar oferece muita opção de garrafa. Estava querendo beber uma saison bem tradicional e, para minha sorte, havia a Saison Dupont “hubloné” em chope. Hubloné significa que a cerveja foi produzida com os lúpulos da estação, não tinha como ser melhor! O garçon, ao perguntar se eu havia gostado da cerveja que havia pedido, gentilmente nos recomendou uma garrafa de blonde ale local que ele tinha em garrafa. Infelizmente não consegui gravar o nome nem fotografar o rótulo, mas as impressões ficaram registradas na memória.

Pantin Bruxelas

Saison Dupont Houbloné: Um saison bem tradicional, de coloração dourada, bastante seca, frisante e com aromas frutados. A adição de lúpulos da estação a deixou um pouco mais amarga, refrescante e fácil de beber. Cerveja deliciosa!

Blonde ale “misteriosa”: mais amarga e condimentada que as blonde ales tradicionais da Bélgica, com presença de cheiros que lembravam semente de coentro, cardamomo e laranja, ingredientes geralmente usados para produção de witbiers (cervejas brancas de trigo). Gostei muito da combinação.

Infelizmente não pudemos provar outras cervejas, tínhamos que voltar para o hotel para arrumarmos as malas e seguirmos viagem. Mas é certo que pararíamos em algum lugar perto do hotel para tomarmos nossa saideira em Bruxelas!

Pantin Bruxelas

*Fotos retiradas do site do bar: www.lepantin.be

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *